A Revelação Natural

Muito antes de existir o mundo
“Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de eternidade a eternidade, tu és Deus.” (Salmos 90.2)

Como o mundo foi criado?
“Pela palavra do Senhor foram feitos os céus, e todo o exército deles pelo espírito da sua boca. Ele ajunta as águas do mar como num montão; põe os abismos em depósitos. Tema toda a terra ao Senhor; temam-no todos os moradores do mundo. Porque falou, e foi feito; mandou, e logo apareceu.” (Salmo 33.6-9)

Qual o material usado?
Nada. É simplesmente como está escrito: “Porque falou, e foi feito; mandou, e logo apareceu.” Impossível? Também está escrito: “Eis que eu sou o Senhor, o Deus de toda a carne; acaso haveria alguma coisa demasiado difícil para mim?” (Jeremias 32.27); Cristo declarou: “Porque para Deus nada é impossível.” (Lucas 1.37)

Simples ou complexo?
“Ó Senhor, quão variadas são as tuas obras! Todas as coisas fizeste com sabedoria; cheia está a terra das tuas riquezas. Assim é este mar grande e muito espaçoso, onde há seres sem número, animais pequenos e grandes. Ali andam os navios; e o leviatã que formaste para nele folgar. Todos esperam de ti, que lhes dês o seu sustento em tempo oportuno.” (Salmos 104.24-27)

Perguntas não respondidas
Jó, lançou inúmeras perguntas aos ares. Então um dia Deus também lhe perguntou: Jó, “onde estavas tu, quando eu fundava a terra? Faze-me saber, se tens inteligência. Quem lhe pôs as medidas, se é que o sabes? Ou quem estendeu sobre ela o cordel? Ou quem encerrou o mar com portas, quando este rompeu e saiu da madre; quando eu pus as nuvens por sua vestidura, e a escuridão por faixa? Quando eu lhe tracei limites, e lhe pus portas e ferrolhos, E disse: Até aqui virás, e não mais adiante, e aqui se quebrarão o orgulho de tuas ondas empoladas? (Jó 38.4,5,8) Jó não pôde responder estas perguntas elementares. Então ele se humilhou diante de Deus: “Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido; por isso me abomino e me arrependo no pó e na cinza.” (Jó 42.2,6)

Fé simples
Davi sem dificuldade nenhuma reconheceu a soberania de Deus: Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome em toda a terra, pois puseste a tua glória sobre os céus! Tu ordenaste força da boca das crianças e dos que mamam, por causa dos teus inimigos, para fazer calar ao inimigo e ao vingador. Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste; todas as ovelhas e bois, assim como os animais do campo, as aves dos céus, e os peixes do mar, e tudo o que passa pelas veredas dos mares. Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome sobre toda a terra!” (Salmos 8.1-3,7-9)

O que mais Deus nos ensina através do universo
“Os céus anunciam a sua justiça, e todos os povos vêem a sua glória.” (Salmos 97.6) “Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis.” (Romanos 1.20) “E de um só fez toda a geração dos homens, para habitar sobre toda a face da terra, determinando os tempos já dantes ordenados, e os limites da sua habitação; para que buscassem ao Senhor, se porventura, tateando, o pudessem achar; ainda que não está longe de cada um de nós.” (Atos 17.26,27)

Por que pensar coisas vãs acerca da obra de Deus?
Diante da majestade de Deus todo ser humano deveria procurar ter um relacionamento com Ele. Deus mesmo nos aconselha assim: “Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar. Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.” (Isaias 55.6-9); “O Senhor é bom para todos, e as suas misericórdias são sobre todas as suas obras.” (Salmos 145.9)

Não devemos confundir
Muitos confundem o Criador com a sua obra e argumentam: Deus é tudo e tudo é Deus. Porém a Palavra de Deus nos ensina assim: “Ó, vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do Senhor que nos criou.” (Salmos 95.6) Ainda em Salmos 100.3 lemos: “Sabei que o Senhor é Deus; foi ele que nos fez, e não nós a nós mesmos; somos povo seu e ovelhas do seu pasto.” O que ocorreu quando o pecado entrou no mundo? Está escrito: “Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.” (Romanos 1.25) Fomos criados com o propósito exclusivo de trazer glória, louvor e honra ao Senhor. Assim como está registrado no último livro da Bíblia: “Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas.” (Apocalipse 4.11) Estamos vivendo segundo este propósito?

Textos relacionados:
Vamos crer ou não?
Razões para confiar
O caráter de Deus em nós

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *