Ocultismo é poder de Deus?

Muita gente recorre à bruxaria para solucionar algum problema. Alguns vão publicamente e outros às escondidas. Segundo pesquisas, os motivos mais comuns pelos quais as pessoas procuram estes locais é a busca por um amor, riqueza, beleza, saúde, felicidade, fama, sucesso ou mesmo para amaldiçoar alguém, ou ainda para adoecer pessoas saudáveis ou até para eliminar inimigos e ou  concorrentes sejam eles políticos ou comerciais.

O ocultismo ao longo dos séculos
O hábito de consultar poderes sobrenaturais vem desde a antiguidade. Há registros arqueológicos de que os babilônios, persas, egípcios, gregos, romanos e outros povos invocavam os poderes das trevas. Não é raro encontrar inclusive reis e autoridades envolvidos nestas práticas. Havia a crença de que os deuses (espíritos bons ou maus) influenciavam no clima, lavoura, riqueza, pobreza, doença, saúde, guerras, relacionamentos etc. O culto a estas entidades além de incluir danças, sexo, embriaguez, autoflagelação havia também sacrifícios de animais e de seres humanos! A finalidade do culto era sempre agradar ou apaziguar as entidades. Veja também o post o significado de Halloween.

Como Deus vê os costumes das nações
Se entre os povos antigos o ocultismo era algo muito comum, em Israel Deus deixou bem claro que lá deveria ser diferente. Na Bíblia, em Deuteronômio 18:9-13 Deus falou assim: “Quando entrares na terra que o Senhor teu Deus te dá, não aprenderás a fazer conforme as abominações daqueles povos. Não se achará no meio de ti quem faça passar pelo fogo o seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, nem prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro, nem encantador, nem quem consulte um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos; pois todo aquele que faz estas coisas é abominável ao Senhor, e é por causa destas abominações que o Senhor teu Deus os lança fora de diante de ti. Perfeito serás para com o Senhor teu Deus. Porque estas nações, que hás de possuir, ouvem os prognosticadores e os adivinhadores; porém a ti o Senhor teu Deus não permitiu tal coisa.”

ocultismoPor que razão Deus não permitiu a consulta aos espíritos em Israel?
A prática do ocultismo é um desvio do culto ao verdadeiro Deus. Em Deuteronômio 5.7 está escrito assim: “Não terás outros deuses diante de mim.” No Novo Testamento temos detalhes da proibição de Deus. Em 1 Coríntios 10.20,21 lemos: “Antes digo que as coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demônios, e não a Deus. E não quero que sejais participantes com os demônios. Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios.”




Lamentavelmente em Israel nem todos os reis obedeceram a Deus

Embora proibido por Deus os rituais de bruxaria existiram em Israel também. Os reis Saul e Manassés se envolveram neste erro. Em 2 Reis 21.6 lemos sobre Manasses: “E até fez passar a seu filho pelo fogo, adivinhava pelas nuvens, era agoureiro e ordenou adivinhos e feiticeiros; e prosseguiu em fazer o que era mau aos olhos do Senhor, para lhe provocar à ira.” Em 1 Crônicas 10.13 Deus revela claramente o que aconteceu com Saul dias depois de participar de uma seção espírita: “Assim morreu Saul por causa da transgressão que cometeu contra o Senhor, por causa da palavra do Senhor, a qual não havia guardado; e também porque buscou a adivinhadora para a consultar.”

Deus também havia declarado em Levítico 19.31: “Não vos virareis para os adivinhadores e encantadores; não os busqueis, contaminando-vos com eles. Eu sou o Senhor vosso Deus.”

Graças a Deus houve também muitas exceções. O rei Josias, por exemplo, não entrou por esse louco caminho . Ao contrário, ao assumir o reino ele imediatamente purificou Jerusalém de todas essas imundícias. Em 2 Reis 23.24 lemos sobre ele: “E também os adivinhos, os feiticeiros, os terafins, os ídolos, e todas as abominações que se viam na terra de Judá e em Jerusalém, os extirpou Josias, para confirmar as palavras da lei, que estavam escritas no livro que o sacerdote Hilquias achara na casa do Senhor.”

O ocultismo e o desenvolvimento da civilização
A civilização evolui, a ciência se multiplicou, mas a bruxaria apenas mudou de rótulo: a essência do engano continua. Antigamente se falava em mago, bruxo, curandeiro, feiticeiro etc. Hoje em dia há quem se intitule mestre, professor, cientista, vidente, iluminado etc. Porém em 2 Timóteo 4:3-4 lemos assim: “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, e não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas.”

Somente Deus é digno de ser adorado
Satanás é um impostor. Ele sempre desejou ser adorado pelo homem ao longo dos séculos. Mas somente Deus é digno de receber louvor e adoração porque Ele é o criador. Em Mateus 4.10 Jesus se dirige ao diabo nestes termos: “Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás.”

Textos relacionados:
Guias espíritas são confiáveis?

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *