A morte física

morte física

Como a Bíblia compara a nossa vida sobre a terra? Em Tiago 4.14 lemos: “Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece.”

Sem dúvida, a morte é a surpresa mais desagradável da existência humana. Entretanto ela nunca esteve nos propósitos de Deus. Ela se tornou uma realidade pela transgressão de Adão e Eva no início do mundo. Está escrito:  “porquanto és pó e em pó te tornarás.” (Gênesis 3.18b)

Em Salmos 89.48 lemos também: “Que homem há, que viva, e não veja a morte? Livrará ele a sua alma do poder da sepultura?” Mesmo ao nascer já entramos em um processo de envelhecimento e rumo à morte física. Isto ocorre de forma lenta, gradual (por envelhecimento ou doença) ou súbita (acidentes ou doenças). E assim todos nós somos colhidos para a eternidade.

O Significado de um velório
Em Eclesiastes 7.2 lemos: “Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque naquela está o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração.” Nesta ocasião Deus nos concede uma grande oportunidade para refletir sobre onde estaremos na eternidade. O corpo está ali, mas a alma e o Espírito para onde foram? Por que Deus tem essa preocupação conosco?

Uma chave para entender: Por que Jesus ressuscitou dentre os mortos?
Somente Jesus passou pela morte física e ressuscitou dentre os mortos. Ele conseguiu isto porque nunca teve pecado, pois a Bíblia declara que o pecado é a causa da morte em todos os sentidos: física, espiritual e eterna. (Rm 5.12; 6.23)

A boa notícia da ressurreição de Jesus é também a esperança real para aqueles que creem nele, os quais o receberam como salvador, os quais vivem em um relacionamento com Deus. Estes se encontram preparados para a morte física, quando também ressuscitarão um dia para estar com Cristo no lar celestial. Está escrito: “Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem. Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.” (1 Co 15.21,22)

Resumindo: Cristo ressuscitou porque não tinha pecado. Os salvos ressuscitarão por que seus pecados foram perdoados, daí a certeza de sua salvação. A Bíblia declara: “Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano.” (Salmos 32.1,2)

Como preparar o corpo para a ressurreição com Cristo
Cristo condenou o pecado e mandou que todos se arrependessem. Ele nunca se envolveu em pecado pois estava morto para o mundo pecador. Assim também devem viver seus seguidores. A Bíblia diz: “Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos; sabendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre ele. Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus. Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências; Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça.” (Romanos 6.8-13)

Estarmos preparados para a morte física?
Mais importante que a morte física é a preocupação com a morte Espiritual. Estar preparado para a morte física vai muito além de se ter um bom seguro de vida, ou dinheiro para pagar uma boa funerária. A nossa maior necessidade é estar vivendo uma aliança com Deus. Afinal, somos seres eternos e um dia o nosso corpo será ressuscitado. A Bíblia diz: “E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno. Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça, como as estrelas sempre e eternamente.” (Daniel 12.2,3)

O significado da vida biologica
A grande jogada da vida é saber se aqui na terra vivemos como sábios ou como tolos, se vivemos para Deus ou apenas vivemos em prazeres carnais. Todos nós, em algum ponto de nossa existência temos a oportunidade de ouvir a sobre a vida eterna oferecida por Cristo. É somente pelo arrependimento de nossos pecados que podemos ter uma aliança com Deus, daí vem a garantia da vida eterna, de estar junto ao Pai celestial quando a morte física vier.

Quem não gostaria de ressuscitar com Cristo no último dia?
Esta também é a vontade de Deus. Jesus mesmo se expressou assim: “Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.” (João 6.40)

Em Salmos 103.15 a 18 lemos: “Quanto ao homem, os seus dias são como a erva, como a flor do campo assim floresce. Passando por ela o vento, logo se vai, e o seu lugar não será mais conhecido. Mas a misericórdia do Senhor é desde a eternidade e até a eternidade sobre aqueles que o temem, e a sua justiça sobre os filhos dos filhos; Sobre aqueles que guardam a sua aliança, e sobre os que se lembram dos seus mandamentos para os cumprir.”

Textos relacionados:
Por que Cristo veio ao mundo

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *