longevidade

Por que não se vive mais tão longamente como antes do dilúvio?

longevidadeEm muitos países a expectativa de vida é bem curta. Em países desenvolvidos cientistas se esforçam para descobrir o segredo da longevidade. Será que alcançarão esta proeza ou está tudo no controle de Deus?

A Bíblia afirma que em tempos passados os antediluvianos viveram longos anos. Matusalém, por exemplo viveu 969 anos.  (Gênesis 5.27) Uau! Mas por que a expectativa de vida humana foi reduzida tão drasticamente após o dilúvio?

A verdade é que vida é um dom de Deus e deve ser vivida para Ele, agradando-lhe em tudo. Foi este o propósito para o qual fomos criados! Então à medida que o ser humano se afasta de Deus a sua expectativa de vida simplesmente diminui! Em provérbios 3.1,2 lemos: “Filho meu, não te esqueças da minha lei, e o teu coração guarde os meus mandamentos. Porque eles aumentarão os teus dias e te acrescentarão anos de vida e paz.”

freE por que muitos não compreendem esta verdade? Em 2 coríntios 4.3,4 está escrito assim: “Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto. Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.”

A Bíblia nos mostra que desde que o homem pecou no Éden, seus descendes morreram espiritualmente, mesmo assim Deus ainda concedeu um período de tempo para se arrependessem e voltassem para Ele. Mas a humanidade não tinha essa mentalidade (como muitos ainda não o tem!). Ao contrário, entendem que são donos de sua própria vida e vivem física e espiritualmente de forma extravagante consumindo a cada dia seus corpos, seus bens e assim abreviam sua existência sobre a terra. A Bíblia diz que Satanás é o deus deste mundo (2 coríntios 4.4) e dessa forma tem conduzido milhões ao inferno pelo prazer provisório do pecado.

O problema da longevidade

Apostolo Paulo, longevidade O homem perdido vive normalmente no pecado como se fosse aceito por Deus! E assim ele gasta tudo de forma errada, mas Deus sempre deixou testemunhas na terra para alertá-los sobre a necessidade de conversão. Em Atos 14.16,17 o apóstolo Paulo pregando uma mensagem de arrependimento chamou a atenção dos gregos sobre isto. “o qual nos tempos passados deixou andar todas as nações em seus próprios caminhos. Contudo, não se deixou a si mesmo sem testemunho, beneficiando-vos lá do céu, dando-vos chuvas e tempos frutíferos, enchendo de mantimento e de alegria os vossos corações.”

Abusando da bondade de Deus a sociedade antediluviana alcançou um nível intolerável de violência então Deus declarou: “Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos.” (Gênesis 6.3) A longevidade na época de Noé longevidade dos antediluvianos proporcionou o aumento da população mundial. Mas qual era a qualidade de vida deles? Embora vivessem em um ambiente incomparavelmente menos poluído que o nosso, a Bíblia nos dá uma chave muito esclarecedora. Em Eclesiastes 9.18b lemos: “um só pecador destrói muitos bens.” Imagine milhões de pecadores vivendo desordenadamente como se não existisse Deus? Foi esta a causa do dilúvio. Em Gênesis 6.5 está tudo muito bem explicado: “E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.” A humanidade antediluviana não queria servir a Deus e por isso pereceu perdida no pecado. Exceto Noé e sua família escaparam da punição anunciada.

Quem ainda consegue viver 120 anos?

120Em Salmos 90.10 lemos assim “A duração de nossa vida é de setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o melhor deles é canseira e enfado, pois passa rapidamente nós voamos.” Seria isto uma nova redução da nossa expectativa de vida? Não, absolutamente. Deus está apenas nos direcionando a frutificar nas melhores fases de nossa vida. Em Salmos 90.12 podemos compreender melhor: “Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos corações sábios.” Esta é a única forma de se viver agradavelmente para Deus. O resultado é este: “O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o cedro no Líbano. Os que estão plantados na casa do Senhor florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice ainda darão frutos; serão viçosos e vigorosos.” (Salmos 92.12,13)

O valor da Palavra de Deus para a vida terrenal e eterna

escrituraEm Provérbios 4.13-23 lemos assim: “Apega-te à instrução e não a largues; guarda-a, porque ela é a tua vida. Não entres pela vereda dos ímpios, nem andes no caminho dos maus. Evita-o; não passes por ele; desvia-te dele e passa de largo. Pois não dormem, se não fizerem mal, e foge deles o sono se não fizerem alguém tropeçar. Porque comem o pão da impiedade, e bebem o vinho da violência. Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito. O caminho dos ímpios é como a escuridão; nem sabem em que tropeçam. Filho meu, atenta para as minhas palavras; às minhas razões inclina o teu ouvido. Não as deixes apartar-se dos teus olhos; guarda-as no íntimo do teu coração. Porque são vida para os que as acham, e saúde para todo o seu corpo. Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.”

Somente em Cristo podemos experimentar o estilo de vida citado acima. Jesus declarou: “Eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância. (João 10.10b) E mais importante que a saúde do corpo, é a saúde da alma. O apóstolo João escreveu ao presbítero Gaio: “Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai a tua alma.” (3 João 1.2)

A história se repete

Você sabia que embora a nossa expectativa de vida tenha sido reduzida a humanidade ainda segue indiferente à mensagem de arrependimento? Jesus falou que na ocasião de sua segunda vinda (para levar os justos) o mundo estaria neste estado! Em Mateus 24.37-39 lemos: “E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do homem.” Você já está salvo e aguarda o arrebatamento?

O que Deus preparou para os fieis

Muito mais valioso que sonhar com uma longevidade na terra é ter a garantia da vida eterna no céu. Somente Cristo nos oferece esta oportunidade: “Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna.” (Romanos 6.22) O que significa a vida eterna? Em João 17.3 Jesus mesmo explica: “A vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” Então quem quiser ter a vida eterna precisa abandonar o deus deste mundo e entregar sua vida a Cristo para estar preparado para o arrebatamento.

vida longa em CristoEm Apocalipse 21.3-7; 27 temos uma ideia da cidade que Deus preparou para os salvos desfrutarem no futuro. Vejamos a descrição sobre a mesma: “E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus. E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis. E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida. Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.”; “E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro.”

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *