[framed_box bgColor=”#dedede”]A PALAVRA DE DEUS DIZ:
João 3.7: O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: necessário vos é nascer de novo.”
Tiago 1.22: “E sede cumpridores da palavra, e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos.[/framed_box][divider]

[framed_box bgColor=”#f2f2f2″]NICODEMOSCOMENTÁRIO SOBRE ESTA DESCULPA:
Ouvir a Palavra de Deus já é um bom começo, mas não devemos esquecer que o principal objetivo da Bíblia não é acumular conhecimentos, mas a transformação de nosso caráter pela obediência à mesma, pois Cristo não veio ao mundo em busca de admiradores, mas sim para salvar os arrependidos.

O contexto do primeiro texto acima refere-se a Nicodemos, um homem bom que apreciava muito ouvir e ensinar a Palavra de Deus entre os judeus. Logo em seu encontro com Jesus ele o elogiou bastante, porém veja o que ele ouviu de Jesus. Em João 3.2,3 lemos: “Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele. Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.” Em João 3.7 Jesus enfatiza esta mensagem: O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo.” A lição é clara: Nicodemos, embora fosse mestre em Israel precisava se converter para ser salvo.

A lição que aprendemos desta história é que todos nós precisamos assumir o mais rápido possível um compromisso real com Cristo, o qual a Bíblia chama de comunhão, pela qual vem,a certeza de salvação. Já temos um relacionamento com Cristo? Somos salvos e temos comunhão com outros salvos? Em 1 João 1.5 o apóstolo expressa o que ouviu de Cristo: “E esta é a mensagem que dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há nele trevas nenhumas. Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade. Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.”

Precisamos ter certeza de salvação, do contrário nossa crença permanece sem sentido. Em 1 coríntios 15.1,2 lemos: “Também vos notifico, irmãos, o evangelho que já vos tenho anunciado; o qual também recebestes, e no qual também permaneceis. Pelo qual também sois salvos se o retiverdes tal como vo-lo tenho anunciado; se não é que crestes em vão.” A vida cristã não consiste em discursos vazios, mas na plena certeza de salvação.[/framed_box]