PL 122 – Criticar e ser criticado

Todo mundo sabe que o PL 122 pretende incriminar quem dirigir críticas aos homossexuais, o que é extremamente inaceitável. Apenas usando o bom senso, se percebe que esse projeto de lei é altamente preconceituoso.

Então os gays querem o direito de criticar todo mundo e os héteros passam a perder esse direito e ainda podem responder processos judiciais! É necessário coerência. Fôssemos mostrar aqui apenas miniaturas de links sobre quem recebeu críticas neste país ao longo de apenas um dia, faltaria muito espaço, mas os gays insistem que são os únicos intocáveis e que ninguém tem o direito de criticar seu comportamento! O que eles quererão depois?

 Todos nós convivemos com críticas ao longo de nossa existência. Aliás, criticar e ser criticado faz parte da democracia, da liberdade de expressão. Críticas surgem a qualquer momento por “n” motivos: inveja, escândalo, incompetência, irresponsabilidade, omissão e principalmente por mau comportamento.

 Quem neste mundo nunca sofreu uma crítica? E quem não está sujeito a receber novas? Cristo foi o único neste mundo o qual em sua boca nunca se achou engano, mesmo assim ele foi duramente criticado. Então podemos entender que nem mesmo a perfeição isenta alguém de críticas e imagine agora quando se trata de um comportamento contrário à natureza! Não podemos ficar calados e nos curvar diante da ditadura gay.

“Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.” (Romanos1.26,27)

O ensino bíblico transcende a qualquer época, por que é eterna. “Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente.” (Hebreus 13.8) Também no capítulo 13 de Gênesis vemos claramente como Deus vê a pratica do homossexualismo. Assim está escrito: “Ora, eram maus os homens de Sodoma, e grandes pecadores contra o Senhor.” (Gn 13.13) Fica evidente que é contra Deus que o homossexualismo se insurge.

De que eles se queixam? Por que não querem mudar de comportamento?  Para finalizar, em Lamentações 3.39 de Jeremias está escrito: “De que se queixa, pois, o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus pecados.”

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *