ESTUDO PARA SEU CRESCIMENTO ESPIRITUAL – DISCIPULADO

Você já recebeu a Cristo como Salvador? Se sua resposta for afirmativa, parabéns! Esta foi a decisão mais importante de sua vida. Significa o início de um relacionamento com Jesus Cristo, o início de uma jornada para o céu. Agora precisamos a aprender a viver de acordo com a vontade de Deus. É Ele quem nos dá toda a força para vencer o pecado. Na Bíblia, em Romanos 8.37 lemos assim: “Mais em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.” Em Romanos 6.14 lemos também: “Porque o pecado não terá domínio sobre vós, pois não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.” Este é o novo nascimento que Jesus concede àqueles que o recebem como Salvador. “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.” (2 Coríntios 5.17)

SE VOCÊ FOI SINCERO EM SUA DECISÃO, VEJA 7 COISAS IMEDIATAS QUE OCORREU EM SUA VIDA:

1. Seus pecados foram perdoados– O pecado separa o homem de Deus. Ao entregar sua vida a Cristo confessando-o como Salvador, Ele perdoou todos os seus pecados. Assim está escrito: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”. (1 João 1.9) Agora você tem livre acesso a Deus por causa do sacrifício de Cristo por nós! Em Atos 10.43 lemos sobre a obra de Cristo por nós: “A este dão testemunho todos os profetas, de que todos os que nele crêem receberão o perdão dos pecados pelo seu nome.” O Apóstolo Paulo perseguiu severamente a igreja, mas depois de sua conversão ele escreveu assim: “Esta é uma palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal.” (1 Timóteo 1.15) Não importa o nosso passado, o que temos dito e feito. Descansemos e aceitemos a afirmação da Palavra de Deus sobre o perdão de nossos pecados. Agora em Cristo temos a paz de Deus: Agora podemos dizer: “Graça e paz da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.” (1 Coríntios 1.3)

2. Seu nome está escrito no céu– Ao receber a Cristo como Salvador seu nome foi escrito nos céus para herdar a vida eterna. Em Lucas 10.20 está escrito: “Alegrai-vos antes por estarem seus nomes escritos nos céus”. (Lucas 10.20b) Em 1 João 3.2,3 lemos assim: “Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos. E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, como também ele é puro.” Somente pela purificação de nossos pecados no sangue de Cristo é que estamos habilitados a morar no céu: Em Apocalipse 21.27 lemos:  “E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro.”

3. Agora você é filho de Deus– Está escrito: “Vede quão grande amor nos tem concedido o Pai, que fôssemos chamados filhos de Deus. Por isso o mundo não nos conhece; porque não o conhece a ele.” (1 João 3.1);  “… A todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome”. (João 1.12). “Porque noutro tempo éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor; andai como filhos da luz”  (Efésios 5.8); “Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo.”  (Filipenses 2.15); “Como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância; mas, como é Santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.” (1 Pedro 1.14-16) Você tem esta certeza? Em Romanos 8.16 lemos: “O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.”

4. Você foi justificado – A condenação que estava sobre você foi removida, então você não está mais debaixo da ira de Deus. Assim está escrito: “Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece.” (João 3.36) Em Efésios 2.1-5 lemos: “E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados, em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência. Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos).”

5. Você tem a garantia da VIDA ETERNA. A vida eterna é um presente de Deus para nós. Está escrito: “Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna; porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.” (Romanos 6.22,23) Uma vez justificados do pecado precisamos conhecer melhor o Deus que estamos servindo. Por isso em João 17.3 lemos assim: “E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” Em Tito 3.7 lemos: “Para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna.”

6. Você foi santificado.  A palavra santificação significa simplesmente ser separado do pecado e dedicado ao serviço de Deus. Fomos santificados em Cristo, e devemos manter este propósito até o fim. Por que Deus nos escolheu? “Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação.” (1 Tessalonicenses 4.7); Em Efésios 1.4 lemos: “Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor.”  Em Hebreus 12.14 lemos: “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.”  (Hebreus 12.14); A santificação não é algo impossível de ser alcançada. Em Levítico 20.8 está escrito: “E guardai os meus estatutos, e cumpri-os. Eu sou o Senhor que vos santifica.” Por isso Paulo instruiu os irmãos de Tessalônica com estas palavras: “Abstende-vos de toda a aparência do mal. E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é o que vos chama, o qual também o fará.” (1 Tessalonicenses 5.22-24) Todos nós, em qualquer época fomos chamados para a santificação. Assim Paulo escreveu aos coríntios: “À igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso:” (2 Coríntios 1.2)

7. Cristo habita em seu coração – Em Romanos 4.25 lemos que Cristo “por nossos pecados foi entregue, e ressuscitou para nossa justificação.” Ao voltar para o céu Ele prometeu enviar o Espírito Santo para habitar em nós. O Espírito Santo por sua natureza, obviamente só habita em quem está santificado. Em João 14.15-17 Jesus se expressa assim: “Se me amais, guardai os meus mandamentos. E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; o Espírito de verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco, e estará em vós.” É o Espírito Santo que nos dá poder para vencer os desejos da velha natureza humana e nos capacita para o conhecimento de Deus. O apóstolo Paulo escreveu aos efésios: “Para que, segundo as riquezas da sua glória, vos conceda que sejais corroborados com poder pelo seu Espírito no homem interior; para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor, poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.” (Efésios 3.16-19)

MINHA VIDA A PARTIR DE AGORA

A vida segue normal, trabalhando, estudando, etc. A diferença é que teremos novas prioridades. Usaremos o nosso tempo de forma prudente escolhendo aquilo que nos edifica espiritualmente. Fazemos parte de uma nova família: A família de Deus, a igreja. Talvez alguns dos antigos companheiros nos dirão que não há mal nenhum em acompanhá-los nos velhos caminhos do pecado, mas a Palavra de Deus diz assim: “Filho meu, se os pecadores querem seduzir-te, não o consintas” (Provérbios 1.10). Nosso relacionamento com o mundo deve ser no sentido de evangelizar, falar sobre o que Cristo fez em nossa vida. Porque Deus “quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade.” (Timóteo 2.4) Fale a seus familiares sobre o seu encontro com Jesus. Cristo está conosco nesta missão. Em Mateus 28.18-20 Jesus disse assim: “É-me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.” Tudo o que aprendemos de Deus devemos ensinar aos demais. O apóstolo Paulo ensinou a Timóteo e Timóteo ensinou outros. Em 2 Timóteo 2.2 Paulo fala sobre isto: “E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros.”

Jamais negue sua fé, nem mesmo nas adversidades. Veja o testemunho do apóstolo Paulo: “Portanto, tudo sofro por amor dos escolhidos, para que também eles alcancem a salvação que está em Cristo Jesus com glória eterna. Fiel é esta Palavra: que, se morrermos com ele, também com ele viveremos.  Se sofrermos, também com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará. Se formos infiéis, ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo.” (2 Timóteo 2.10-13) Em Mateus 10.32,33 Jesus fala assim: “…Aquele que me negar diante dos homens eu o negarei diante de meu Pai que está nos céus.” Lembre-se sempre do texto de Romanos 8.37: “Mais em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou.”

TRÊS ATITUDES PARA MANTER A VITÓRIA SOBRE O MAL:

1. Ore – Orar significa conversar com Deus. É expressar-se diante dele conforme seu entendimento. Nada precisa ser decorado. Uma vez que temos um relacionamento com Deus, podemos adorá-lo através da oração. Podemos expressar nossa gratidão pelo perdão dos pecados, pela sua provisão, pela saúde, emprego etc. Podemos também falar sobre nossas necessidades e problemas. Em 1 João 5.14 lemos assim: “E esta é a confiança que temos nele, que, se pedirmos alguma coisa, segundo a sua vontade, ele nos ouve.” Também em Filipenses 4.6 lemos: “Não andeis ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e pela súplica, com ações de graças, sejam vossas petições conhecidas diante de Deus”. Podemos pedir que Deus salve nossos amigos e familiares. Veja o exemplo do apóstolo Paulo: “Graças damos a Deus, Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, orando sempre por vós.”  (Colossenses 1.3); “Sempre damos graças a Deus por vós todos, fazendo menção de vós em nossas orações.”  (1 Tessalonicenses 1.2) Finalmente devemos também orar para  vencer as tentações, ou seja, a vontade de desobedecer a Deus, para voltar a pecar. Em Mateus 26.41 Cristo nos deu as seguintes instruções: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.” (Mateus 26.41)

2. Leia a bíblia – Os ensinamentos de Cristo estão na Bíblia. Ela é o manual do cristão. Por isso devemos lê-la diariamente. A Bíblia tem um padrão de vida elevado para nós. Ela nos mostra as coisas que agradam e desagradam a Deus. Você vai perceber que o mundo vive muito diferente do que Jesus ensinou! Comece sua leitura com o Evangelho de João (Novo Testamento). Leia com reverência e muita atenção. O Espírito Santo o iluminará seu entendimento para entender as Escrituras e você se sentirá confortado. Em Salmos 19.8-11 está escrito: “Os preceitos do Senhor são retos e alegram o coração; o mandamento do Senhor é puro, e ilumina os olhos. O temor do Senhor é limpo, e permanece eternamente; os juízos do Senhor são verdadeiros e justos juntamente. Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel e o licor dos favos. Também por eles é admoestado o teu servo; e em os guardar há grande recompensa.” Memorize textos da Bíblia. Esta é uma forma eficiente para fortalecer sua fé. Em salmos 119. 9-11 lemos assim: “Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra. Com todo o meu coração te busquei; não me deixes desviar dos teus mandamentos. Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.” Separe um momento especial para aprender de Deus através de Sua Palavra.

3. Participe dos cultos– Durante o culto é ministrado ensino da Palavra onde desenvolvemos mais ainda o nosso relacionamento com Deus. Como está escrito em Efésios 4.13: “Até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo.” Leve seus familiares e amigos para participarem do culto. É uma oportunidade para se reunir, orar, cantar e adorar a Deus com muita alegria. O culto visa fortalecer a comunhão entre os irmãos. Assim você estará em contato com crentes mais experimentados na vida espiritual. Se tiver alguma dúvida, converse com o pastor ou dirigente de sua igreja. Informe-se sobre quando deverá ser batizado nas águas conforme o mandamento de Jesus expresso em Mateus 28.19.

Bom, resumidamente estes são os passos fundamentais para você crescer espiritualmente. Pouco a pouco estaremos colocando neste site mais estudos para ajudá-lo (la) a crescer espiritualmente. Reiteramos uma vez mais os nossos parabéns pela decisão mais importante de sua vida, a decisão de iniciar um relacionamento com Cristo. Um abraço fraternal.

Dê um click aqui para fazer o download do CD “Bem-vindo à família